PIB da China cresce 6,7% no 3º tri, em linha com expectativas

PEQUIM (Reuters) - A economia da China cresceu 6,7 por cento no terceiro trimestre na comparação com o ano passado repetindo a taxa do trimestre anterior e em linha com as expectativas, uma vez que os elevados gastos do governo e o boom imobiliário compensaram a fraqueza das exportações.

Analistas consultados pela Reuters esperavam crescimento de 6,7 por cento do Produto Interno Bruto entre julho e setembro, inalterado ante o segundo e o primeiro trimestres.

Embora os temores de um pouso forçado tenham diminuído este ano, dados recentes também destacaram os crescentes desequilíbrios na segunda maior economia do mundo, com o crescimento cada vez mais dependente dos gastos do governo uma vez que o investimento privado atinge mínimas recordes.

O mercado imobiliário também está começando a mostrar sinais de superaquecimento.

O PIB expandiu 1,8 por cento no trimestre sobre os três meses anteriores, informou nesta quarta-feira a Agência Nacional de Estatísticas, em linha com as projeções do mercado e comparado com 1,9 por cento de crescimento no segundo trimestre, em dado revisado.

O governo fixou uma meta de crescimento de 6,5 a 7 por cento para o ano. A economia expandiu 6,9 por cento em 2015, ritmo mais lento em 25 anos.

(Reportagem de Kevin Yao)

((Tradução Redação São Paulo, 55 11 5644 7729)) REUTERS CMO AC

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos