Índice europeu atinge máxima de duas semanas com fraqueza do euro e alta de bancos

Por Danilo Masoni

MILÃO (Reuters) - Os índice pan-europeu STOXX 600 subiu nesta quinta-feira para o maior nível em duas semanas, sustentados pela fraqueza no euro e por um rali nos papéis do setor bancário.

O índice das principais ações europeias FTSEurofirst 300 subiu 0,24 por cento, a 1.358 pontos. O índice pan-europeu STOXX 600 teve alta de 0,19 por cento, a 344 pontos.

O euro caiu para a mínima de quatro meses contra o dólar após o Banco Central Europeu (BCE) minimizar a ideia de qualquer redução de seu estímulo monetário depois de decidir manter os juros como esperado.

Os bancos apresentaram o maior ganho setorial com alta de 1,3 por cento. O Deutsche Bank avançou 3,8 por cento após a publicação alemã Manager Magazin dizer que fundos soberanos do Catar e de Abu Dhabi e um investidor chinês poderiam comprar uma fatia de 25 por cento do credor.

O Royal Bank of Scotland e o Barclays avançaram 3,5 e 3,2 por cento respectivamente, ajudados por resultados dos bancos dos Estados Unidos.

Na outra ponta, as ações da empresa alemã de engenharia GEA despencaram 20,2 por cento após ela cortar sua orientação de lucro para o ano.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,07 por cento, a 7.026 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,52 por cento, a 10.701 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,44 por cento, a 4.540 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 0,57 por cento, a 17.141 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 1,24 por cento, a 9.061 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 0,30 por cento, a 4.736 pontos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos