Socialistas abrem caminho para governo dos conservadores na Espanha

MADRI (Reuters) - O líder conservador espanhol Mariano Rajoy está prestes a conquistar um segundo mandato no comando com seu Partido Popular (PP) depois que seu rival Socialista concordou em se abster de votação que será realizada nesta semana, acabando com 10 meses de impasse político no país.

A Espanha vive um enorme entrave desde que as eleições nacionais de dezembro e de junho não apontaram um único partido com maioria no parlamento, paralisando as instituições e ameaçando a recuperação econômica do país.

Com uma terceira votação, os Socialistas, de centro-esquerda, tradicionais oponentes do PP, cederam terreno neste domingo em um encontro partidário interno e extraordinário para decidir se apoiam uma terceira eleição geral ou permitem que Rajoy governe com maioria. 

Membros da cúpula do partido votaram 139 a 96 a favor da abstenção em uma votação parlamentar secreta que será realizada nesta semana.

O governo de minoria de Rajoy terá de lidar com um parlamento hostil e profundamente fragmentado pelos próximos quatro anos, abrindo uma brecha para mais instabilidade política na Espanha.

(Por Immaculada Sanz)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos