Esquema tático do Brasil é ideal para Messi causar problemas, diz Bauza

BUENOS AIRES (Reuters) - A seleção brasileira joga em um esquema tático que pode ser ideal para Lionel Messi brilhar em seu retorno à equipe da Argentina pelas eliminatórias da Copa do Mundo, depois de uma ausência por causa de lesão, disse nesta terça-feira o técnico da seleção argentina, Edgardo Bauza.

A Argentina está em quinto na tabela das eliminatórias, liderada pelo Brasil, após dois empates e uma derrota em jogos em que Messi esteve ausente.

"A volta de Leo (Messi) me deixa tranquilo, pela nossa equipe e também pelo que significa a sua presença para os rivais", afirmou Bauza a uma rádio local.

O retorno do capitão argentino será contra o Brasil, em Belo Horizonte, no dia 10 de novembro.

"Eles (Brasil) jogam no 4-1-4-1 e nesse um do meio (na frente da linha de quatro defensores), se colocarmos Messi, ele pode causar problemas. A equipe tem que dar possibilidade a Messi para que encontre o seu lugar. Vamos colocá-lo livre, mais pela direita", disse ele.

"Se Messi estiver bem, é impossível de marcar. Precisamos encontrar o lugar para que ele volte a desequilibrar."

Bauza, que foi fortemente criticado por seus esquemas nos primeiros jogos da Argentina desde que assumiu, disse que pode chamar o meia do San Lorenzo Fernando Belluschi, se Paulo Dybala não se recuperar de lesão que sofreu no fim de semana.

O técnico afirmou ainda que planeja jogar no Brasil com o 4-4-2, e que imagina Guido Pizarro com Javier Mascherano no meio-campo, caso Lucas Biglia não chegue em boas condições.

Após a partida no Brasil, a Argentina vai receber a Colômbia em 15 de novembro, em San Juan.

(Reportagem de Luis Ampuero)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos