CEO da Salesforce.com fala de esforços fracassados para comprar Twitter

SÃO PAULO (Reuters) - O presidente-executivo da Salesforce.com, Marc Benioff, falou nesta quarta-feira sobre aquisições importantes que escaparam, sugerindo que sua visão para o LinkedIn era diferente da Microsoft e que ele teria perseguido o Twitter se acionistas não tivessem conhecido seus planos.

Falando em uma conferência de tecnologia organizada pelo Wall Street Journal em Laguna Beach, Califórnia, Benioff se recusou a falar sobre o que ele tinha a esperança de fazer com o site de microblogging Twitter.

O Twitter contratou bancos no início de outubro para explorar a sua venda. As empresas de tecnologia e de mídia, incluindo Salesforce.com, Walt Disney e o Google, do Alphabet olharam para a empresa, mas desistiram de comprá-la.

Alguns consideraram que o Twitter não servia para Salesforce.com, cuja plataforma é popular entre equipes de vendas. Benioff disse que ele foi forçado a abandonar o negócio quando os investidores começaram a expressar preocupações.

"Nós nunca tivemos um vazamento de negócio antes, nós realmente não compreendemos essa dinâmica", disse Benioff, que é um ávido usuário do Twitter. "Nós tivemos que parar porque eu estou conduzindo o negócio em parceria com os acionistas."

(Reportagem de Julia Love)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos