Preço da energia no mercado de curto prazo sobe 41% com chuvas abaixo da média

SÃO PAULO (Reuters) - A cotação da eletricidade no mercado de curto prazo medida pelo Preço de Liquidação de Diferenças (PLD) teve alta de 41 por cento ante a semana anterior em todas as regiões, principalmente devido a previsões de afluências abaixo da média para o mês de novembro, informou a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE).

O valor médio ficou em 233,01 reais para a próxima semana, ante 165,81 reais na semana anterior, alta decorrente das escassez de chuvas em áreas de hidrelétricas do país.

O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) estimou nesta sexta-feira que as chuvas nas regiões de hidrelétricas no Nordeste deverão ficar em 28 por cento da média história em novembro, enquanto no Sudeste, região que concentra os maiores reservatórios do país, as precipitações ficarão em 82 por cento da média histórica.

Outro fator que implicou na alta do preço, segundo a CCEE, foi a revisão da carga da ANDE, que ficou em média cerca de 280 MW médios mais alta que a estimativa do mês anterior.

Veja a seguir os valores do PLD para a próxima semana, incluindo as regiões Sul, Nordeste e Norte e demais cargas:

CARGA SE/CO S NE N

pesada 235,97 235,97 235,97 235,97

media 235,97 235,97 235,97 235,97

leve 229,16 229,16 229,16 229,16

((Tradução Redação São Paulo, 5511 56447765))

REUTERS LM RS

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos