Membro da Mercedes sofre assalto à mão armada no México às vésperas de GP

CIDADE DO MÉXICO (Reuters) - Um membro da equipe da Mercedes na Fórmula 1 foi roubado à mão armada quando chegou ao México para o Grande Prêmio de domingo, disse um porta-voz da equipe.

O assalto aconteceu na quarta-feira num momento em que o membro da equipe, que não é um funcionário do alto escalão, estava num carro que iria levá-lo do aeroporto para o hotel. Tanto ele como o motorista tiveram relógios e carteiras roubados.

Ninguém ficou ferido no incidente e o membro da equipe permaneceu no México para a corrida no circuito de Hermanos Rodriguez. Seu nome não foi divulgado.

Roubos de rua são comuns no México e também no Brasil, onde ocorrerá a próxima corrida. Em São Paulo, funcionários da equipe foram rendidos em investidas à mão armada no passado, quando iam e voltavam do circuito de Interlagos.

A corrida de domingo no México poderá ser decisiva para o título. Com três corridas restantes, o piloto da Mercedes Nico Rosberg tem 26 pontos de vantagem sobre o tricampeão mundial e companheiro de equipe Lewis Hamilton.

(Por Alan Baldwin)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos