Tripulação multinacional deixa estação espacial e retorna à Terra

Por Irene Klotz

CABO CANAVERAL, Flórida (Reuters) - Uma tripulação com membros dos Estados Unidos, Rússia e Japão deixou a Estação Espacial Internacional no sábado a bordo de uma cápsula russa Soyuz e aterrissou novamente na Terra, deixando para trás três membros que chegaram ao posto avançado em órbita na semana passada.

O comandante da estação, Anatoly Ivanishin, da agência espacial russa, a astronauta da NASA Kate Rubins e o japonês Takuya Onishi entraram na cápsula e deixaram a estação no sábado às 22h35 (horário de Brasília), mostrou uma transmissão da NASA.

O trio aterrissou no Cazaquistão à 1h58 de domingo, encerrando uma missão de quatro meses que incluiu o primeiro uso de um sequenciador de DNA no espaço e a instalação de estacionamentos para futuros táxis espaciais.

“Estou um pouco relutante em encerrar esse período”, disse Ivanishin, durante uma cerimônia de troca de comando na sexta-feira.

“O tempo passa de uma maneira muito especial aqui... Não tive tempo de saber o que está acontecendo no nosso planeta, e talvez isso tenha sido melhor. Na estação espacial, você vive em um ambiente muito amigável, muito bom.”

Ivanishin entregou o comando da estação espacial, um laboratório de pesquisa em órbita de 100 bilhões de dólares, para o recém-chegado astronauta norte-americano Shane Kimbrough.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos