Rajoy reassume como primeiro-ministro da Espanha

MADRI (Reuters) - O líder do Partido Popular (PP), Mariano Rajoy, tomou posse nesta segunda-feira como primeiro-ministro reeleito da Espanha depois de ser aprovado em um voto de confiança do Parlamento graças à abstenção histórica do Partido Socialista (PSOE).

Diante do rei Felipe 6º, Rajoy recitou o breve juramento protocolar no Palácio da Zarzuela para confirmar sua nomeação, processo que terão que repetir os novos ministros que Rajoy irá escolher para a nova administração.

"Juro cumprir fielmente as obrigações do cargo de presidente do governo com lealdade ao rei e defender e fazer defender a Constituição", disse Rajoy em uma cerimônia à qual também esteve presente a presidente do Congresso, Ana Pastor.

O premiê recém-reeleito não revelará antes da tarde de quinta-feira a composição de seu gabinete, dando margem para a especulação e as apostas sobre quem integrará o novo governo, que irá enfrentar grandes desafios como os compromissos de redução do déficit e a iniciativa separatista da Catalunha.  

A escolha dos ministros poderia levar a uma aproximação do resto dos partidos com figuras mais dadas ao diálogo para poder levar adiante as reformas de um governo de minoria que terá que lidar com o parlamento mais fragmentado da história da democracia espanhola.

As 137 cadeiras do PP em um Parlamento de 350 estão longe do apoio de que a legenda precisa para poder encarar sozinha as reformas que o país necessita, e tampouco basta o apoio que poderiam lhe oferecer os 32 deputados do partido liberal Ciudadanos que votaram a favor da investidura de Rajoy.

(Por María Vega Paúl; Reportagem adicional de Blanca Rodríguez)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos