Estado Islâmico mata 40 perto de Mosul e tenta usar 25.000 como escudos, diz ONU

GENEBRA (Reuters) - Militantes do Estado Islâmico mataram 40 ex-membros das forças de segurança do Iraque perto de Mosul no sábado e jogaram seus corpos no rio Tigre, disse a porta-voz de direitos humanos da ONU Ravina Shamdasani nesta terça-feira, citando relatos do terreno.

O Estado Islâmico também tentou transportar cerca de 25.000 civis de Hammam al-Alil, uma cidade ao sul de Mosul, em caminhões e ônibus durante as primeiras horas desta segunda-feira, provavelmente para o uso como escudos humanos em defesa de posições do grupo militante, disse.

(Reportagem de Tom Miles)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos