Acordo de delação de Marcelo Odebrecht prevê prisão até fim de 2017, diz Folha

(Reuters) - O acordo de delação premiada negociado entre os advogados da Odebrecht e o Ministério Público Federal no âmbito da operação Lava Jato prevê que o ex-presidente da empreiteira Marcelo Odebrecht cumprirá prisão em regime fechado até dezembro de 2017, segundo reportagem do jornal Folha de S.Paulo nesta quarta-feira.

De acordo com a Folha, a pena total do empreiteiro por envolvimento no esquema de corrupção na Petrobras investigado pela Lava Jato será de 10 anos, sendo 2 anos e meio em regime fechado. O período atual de prisão de Marcelo Odebrecht, que está detido desde junho do ano passado, será descontado do total da pena.

O executivo já foi condenado a 19 anos de prisão e ainda é réu em outras ações. Na semana passada, o procurador da Lava Jato Carlos Fernando dos Santos Lima disse à Reuters que qualquer acordo de delação com a Odebrecht ainda levará meses para ser fechado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos