Colômbia está fazendo "progresso substancial" com acordo de paz, diz presidente

LONDRES (Reuters) - A Colômbia está obtendo "progresso substancial" ao fazer as negociações de paz com os rebeldes marxistas voltarem aos trilhos e espera ter um acordo muito em breve, disse o presidente do país, Juan Manuel Santos, nesta quarta-feira.

A Colômbia está lutando para salvar um acordo de paz duramente conquistado depois que os eleitores no mês passado rejeitaram por uma pequena margem um acordo tão indulgente com os rebeldes, as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC), num resultado que mergulhou a situação em incerteza.

"Temos feito progresso substancial, num futuro muito próximo teremos este acordo e tenho o poder de implementar o acordo", disse Santos, que está em visita ao Reino Unido.

Tem havido alguma oposição veemente - liderada pelo ex-presidente Alvaro Uribe - a pontos relevantes do acordo anterior, incluindo garantida de assentos parlamentares para as FARC e imunidade de sentenças de prisão tradicionais para os líderes.

Uma renegociação parece depender do fato de as FARC aceitarem condições mais duras, talvez combinadas com um abrandamento das exigências de Uribe. Depois de anos se recusando a se reunir com os negociadores, Uribe disse que está disposto a buscar uma solução conjunta.

(Por Helen Reid)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos