Após Calais, França se prepara para desmontar acampamento de imigrantes em Paris

Por Cyril Camu e Pascal Rossignol

PARIS/CALAIS, França (Reuters) - Autoridades francesas se preparavam nesta quinta-feira para desmontar um acampamento de imigrantes improvisado no centro de Paris, que teve os números aumentados por refugiados de um grande assentamento em Calais, fechado definitivamente.

Em ações que mostraram a falha da Europa em se preparar adequadamente para as ondas de refugiados que chegaram em seu litoral desde o início de 2015, os últimos imigrantes deixaram o acampamento de Calais, enquanto cerca de 3 mil se preparam para o que pode ser a última noite sob lonas próximas de uma estação de metrô da capital francesa.

Em operação final em Calais após o acampamento ser desmontado durante as duas últimas semanas, equipes de demolição derrubaram uma mesquita e uma igreja improvisadas que imigrantes usavam.

Os últimos moradores do acampamento, cerca de 300 mulheres e crianças, foram transferidos para centros de acolhimento temporários na França.

O ministro do Interior francês, Bernard Cazeneuve, disse que o acampamento de Stalingrado será demolido até o final da semana. À medida que a França se prepara para a eleição presidencial, com imigração no centro de campanhas, um funcionário do ministério disse que o processo terá início na manhã de sexta-feira.

A prefeita de Paris, Anne Hidalgo, está construindo duas acomodações temporárias para abrigar 1.000 imigrantes, mas quer que as pessoas em Stalingrado sejam abrigadas em outro lugar.

"Não há lugar suficiente para todos nós", disse um imigrante afegão que se identificou como Naviid, ecoando a preocupação de muitos outros sobre o local que serão enviados.

Uma fonte familiar com a operação para desmontar o campo de Stalingrado disse que as autoridades estavam tendo que encontrar 4.000 lugares.

(Reportagem adicional de Pierre Savary e Mattthias Blamont)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos