Garth Brooks vence prêmio principal de Country Music Awards, mas Beyoncé rouba os holofotes

NASHVILLE (Reuters) - Embora se trate da maior noite da música country norte-americana, foi a rainha do pop e R&B Beyoncé quem mais brilhou na 50ª cerimônia da premiação anual Country Music Awards na quarta-feira com uma interpretação retumbante de "Daddy Lessons".

Acompanhada pelo trio feminino Dixie Chicks, a estrela nascida no Texas apareceu no palco depois de transcorridas mais de duas das três horas do espetáculo, frustrando os fãs que esperavam que seu número muito elogiado fosse apresentado na abertura do show.

Usando um vestido reluzente de contas, Beyoncé fez a plateia de celebridades levantar com o country-blues "Daddy Lessons", de seu novo álbum "Lemonade", com a presença de uma banda e das Dixie Chicks.

As redes sociais logo se encheram de postagens debatendo a inclusão de Beyoncé em um prêmio que normalmente conta com poucos negros.

"Tim McGraw acertou em cheio com o tema da diversidade ao interpretar 'Humble And Kind'", escreveu um usuário do Twitter, e outro postou "primeira vez que um tuiteiro tuitou ao vivo do CMAs. Hilário".

Lendas do country como Dolly Parton e Garth Brooks estiveram entre os maiores premiados – Brooks levou o troféu de Artista do Ano, o principal da noite, entregue por Taylor Swift.

Os co-anfitriões Brad Paisley e Carrie Underwood capitalizaram a campanha presidencial na abertura com piadas como "este espetáculo está sendo manipulado", "você vai aceitar os resultados desta noite?" e "você é uma mulher nojenta".

(Por Chris Michaud)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos