Governo começa mobilização contra Aedes no dia 25

BRASÍLIA (Reuters) - O governo federal marcou para o próximo dia 25 o início da mobilização nacional contra o Aedes aegypti, em uma tentativa de diminuir, na chegada do verão, as epidemias de dengue, zika vírus e chikungunya, afirmou nesta quinta-feira o ministro da Saúde, Ricardo Barros, depois de uma reunião com diversos ministros para tratar do tema.

No dia 20, o governo inicia uma campanha de mídia para alertar a população sobre os riscos dos focos do mosquito.

"Durante todo esse período iremos manter a mobilização para evitar os focos do mosquito. Temos uma expectativa muito grande que a mobilização feita repita o que aconteceu com o zika vírus, com uma grande redução dos casos no ano passado pela conscientização da população", disse o ministro a jornalistas.

A intenção do governo é transformar, nos próximos meses, todas as sextas-feiras em dias de mobilização, com diferentes ações todas as semanas. Na reunião foi acertado, entre outros pontos, que o Ministério da Educação irá incentivar as escolas a conversarem com os alunos nas sextas-feiras e fazer limpezas nos ambientes escolares.

Segundo Barros, também foi acertado com o Ministério da Justiça aja junto às Secretarias de Segurança para que façam leilões de carros parados em depósitos. "Os carros parados são focos de mosquitos", lembrou o ministro.

O governo estuda, ainda, que a primeira-dama, Marcela Temer, possa agir como madrinha da campanha de mobilização.

(Reportagem de Lisandra Paraguassu)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos