Novo terremoto atinge centro da Itália, mas não causa vítimas ou danos graves

ROMA (Reuters) - Um forte terremoto atingiu nesta quinta-feira a mesma área do centro da Itália que já havia sido sacudida por uma série de tremores recentemente, mas não surgiram relatos de vítimas ou de novos danos sérios.

Inicialmente, o Serviço Geológico dos Estados Unidos mediu o sismo em 5,0, mas mais tarde revisou sua magnitude para 4,8. O epicentro foi na região de Marche, uma das três áreas atingidas repetidamente desde agosto.

Quase 10 horas após o terremoto mais recente, não havia relatos de mortos, feridos ou danos graves a edifícios já enfraquecidos pelos abalos anteriores.

Terremotos de magnitude 5,5 e 6,1 assolaram a área no dia 26 de outubro, seguidos por um de magnitude 6,6 no domingo, o maior tremor a atingir a Itália em 36 anos.

Os tremores recentes alteraram mais de 600 quilômetros quadrados de terreno, fazendo com que áreas nos arredores do epicentro abaixassem até 70 centímetros, de acordo com dados divulgados pelo Instituto Nacional de Geofísica e Vulcanologia da Itália. 

O centro do país foi abalado por um terremoto inicial que matou 300 pessoas, a maioria delas na cidade de Amatrice, em 24 de agosto. Desde então, cerca de 21.600 tremores secundários chacoalharam a região, segundo o INGV, levando a maioria dos moradores a abandonar suas casas.

(Por Philip Pullella, em Roma, e Sandra Maler, em Washington)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos