Taxa de desemprego na zona do euro em setembro permanece em 10%

BRUXELAS (Reuters) - A taxa de desemprego da zona do euro ficou em 10 por cento em setembro, repetindo a leitura de agosto revisada para baixo e em linha com as expectativas, informou nesta quinta-feira a agência de estatística da União Europeia.

O desemprego caiu na maioria dos países que utilizam o euro, destacadamente na Bélgica, na Irlanda e na França. Porém, mais pessoas ficaram sem emprego na Áustria, na Itália e em Luxemburgo.

A agência havia estimado anteriormente que a taxa de desemprego foi de 10,1 por cento em agosto.

Em setembro, o desemprego entre jovens caiu para 20,3 por cento, ante 20,6 por cento, liderado por melhoras na Espanha e na Itália, embora o nível geral de desempregados com menos de 25 anos continue particularmente alto nesses países.

Entre todos os países da zona do euro, a Alemanha teve o menor nível de desemprego, estável em 4,1 por cento.

(Por Robert-Jan Bartunek)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos