Hillary e Trump levam disputa presidencial a Ohio e Pensilvânia, ainda indecisos

Por Amanda Becker e Emily Stephenson

WHITE PLANS/ATKINSON, Estados Unidos (Reuters) - A campanha presidencial dos Estados Unidos voltou a Ohio e Pensilvânia nesta sexta-feira, e a democrata Hillary Clinton e o republicano Donald Trump irão tentar divulgar sua mensagem o melhor possível na véspera do último final de semana da disputa.

A corrida pela Casa Branca se acirrou consideravelmente na última semana, quando vários dos Estados-pêndulos em que Trump precisa vencer, e que antes favoreciam Hillary, se mostraram indecisos, de acordo com o projeções Reuters/Ipsos.

Atualmente os dois candidatos estão empatados na Flórida e na Carolina do Norte, e a dianteira de Hillary no Michigan encolheu tanto que o Estado agora é uma incógnita. Ohio continua sendo um empate virtual e a Pensilvânia está se inclinando para Hillary.

A ex-primeira-dama ainda é a favorita para vencer a eleição de terça-feira, mas agora Trump tem uma rota plausível para a vitória, especialmente se houver uma queda acentuada no comparecimento de afro-americanos em relação à eleição de 2012 --o voto é facultativo nos EUA.

A corrida se intensificou na semana transcorrida desde que James Comey, diretor do FBI, revelou a existência de mais e-mails possivelmente relacionados com o uso que Hillary fez de um servidor de e-mail privado quando era secretária de Estado.

Esse anúncio, que não indicou má conduta de Hillary, deu a Trump a abertura que ele procurava para desviar a atenção das alegações de assédio sexual que se seguiram à divulgação, no mês passado, de um vídeo de 2005 no qual o empresário se vangloria de apalpar mulheres. Ele negou as acusações.

Faltando quatro dias para a eleição, Trump e Hillary estão visitando os Estados que são essenciais em sua trajetória rumo ao Salão Oval.

Hillary planeja enfatizar a economia em um discurso em Pittsburgh, contrastando "sua visão de uma economia que funciona para todos com os planos de Donald Trump para construir uma economia que funciona para pessoas como ele", disse um assessor de campanha.

Ela pretende viajar a Detroit mais tarde e encerrar o dia em Ohio.

Trump, empresário de Nova York que jamais havia concorrido a um cargo público, tem uma visita agendada para New Hampshire, onde muitas pesquisas mostram uma corrida apertada, e depois deve seguir para Ohio e Pensilvânia.

Os dois candidatos estiveram na Carolina do Norte na quinta-feira, onde Hillary tenta conquistar mais apoio de afro-americanos, um bloco de eleitores crucial para ela no Estado e onde o presidente dos EUA, Barack Obama, irá continuar a fazer campanha pela ex-senadora nesta sexta-feira.

(Reportagem adicional de Maurice Tamman em Nova York)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos