OMS alerta para exposição de crianças a propaganda digital para alimentação ruim

LONDRES (Reuters) - Crianças na Europa estão sendo bombardeadas com propaganda digital subliminar encorajando consumo de alimentos gordurosos, excessivamente doces ou salgados que comprometem a saúde, alertaram especialistas da Organização Mundial de Saúde (OMS).

Eles afirmam que a publicidade contribui para o aumento do problema de obesidade na região e pedem que representantes do governo intensifiquem os esforços para proteger as crianças de mensagens favoráveis ao consumo de alimentos prejudiciais à saúde em sites, jogos e outras mídias sociais.

"Nossos governos deram à prevenção de obesidade infantil a mais alta prioridade. Ainda assim consistentemente constatamos que crianças estão expostas a incontáveis técnicas de marketing digital subliminar promovendo alimentos ricos em gordura, sal e açúcar", disse Zsuzsanna Jakab, diretora geral da OMS na Europa.

Ela ressaltou que, na ausência de uma regulação efetiva da mídia digital em muitos países, as crianças estão cada vez mais expostas a estratégias de publicidade persuasivas subestimadas ou desconhecidas pelos familiares.

Cerca de dois terços das crianças com sobrepeso antes da puberdade estarão acima do peso no início da fase adulta, aponta o relatório. O documento afirma que quase um quarto das crianças em idade escolar estão acima do peso ou obesas na região.

Aqueles com sobrepeso ou obesidade estão propensas a continuarem obesas na fase adulta e a desenvolverem doenças cardíacas e câncer ainda jovens.

Por Kate Kelland)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos