Burkina Faso retirará tropas de paz de Darfur até julho

OUAGADOUGOU (Reuters) - Burkina Faso notificou as Nações Unidas de que retirará soldados de guerra em Darfur no Sudão em julho do ano que vem, disse o ministro de Relações Exteriores na sexta-feira.

A nação da África Ocidental, que tem um batalhão de 850 soldados que servem na missão híbrida da ONU e União Africana com quase 14 mil soldados sofreu uma série de ataques mortais em casa em meio a um aumento da violência militante islâmica.

O governo de Burkina Faso disse em maio que procuraria trazer algumas tropas para casa para ajudar a reforçar a segurança interna.

"Temos uma grande necessidade de soldados endurecidos pela batalha, homens de experiência, homens que estiveram no solo. Assim, as tropas que virão de Darfur serão preciosas para proteger nossas fronteiras", disse o ministro das Relações Exteriores, Alpha Barry.

(Mathieu Bonkoungou)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos