Diocese de San Diego censura declarações de paróquia de que votar no partido Democrata é "pecado mortal"

(Reuters) - A Diocese Católica Romana de San Diego condenou declarações de uma de suas paróquias na sexta-feira, após a mesma afirmar aos frequentadores do local que votar no partido Democrata é um "pecado mortal" que pode levar à eternidade no inferno.

A Diocese disse que a Igreja Católica Imaculada Conceição, na vizinhança de Old Town, fez o comunicado em uma inserção no folheto semanal dado aos frequentadores da Igreja em 16 de outubro, afirmando que aborto, casamento de pessoas do mesmo sexo, eutanásia e outras questões políticas são "inegociáveis".

"É um pecado mortal votar (no partido) Democrata", dizia o trecho, com as palavras sublinhadas e em negrito. "Se seu bispo, padre, diácono ou outro paroquiano lhe disser para fazê-lo, você deve se afastar dele. Sua alma imortal e sua salvação estão em jogo."

O bispo Robert McElroy, da Diocese Católica Romana de San Diego, afirmou em comunicado que a paróquia, que também servirá de local de votação, violou seus deveres religiosos com os comentários políticos.

"É contrário aos ensinamentos católicos declarar que votar nos Democratas ou Republicanos automaticamente condena o eleitor ao inferno", dizia o comunicado. "A Igreja Católica não apoia candidatos específicos, nem usa a mídia da paróquia ou boletins para favorecer candidatos ou partidos ou engajar em atividades político partidárias de nenhum tipo."

(Reportagem de Curtis Skinner em San Francisco)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos