Exército nigeriano encontra uma estudante de Chibok raptada por Boko Haram

LAGOS (Reuters) - Uma das mais de 200 alunas raptadas pelo grupo militante islâmico Boko Haram, de sua escola em Chibok, no nordeste da Nigéria, em 2014, foi encontrada por soldados, disse um porta-voz do Exército nigeriano neste sábado.

Cerca de 270 meninas foram sequestradas pelo grupo jihadista, que travou uma insurgência de sete anos com o objetivo de criar um califado islâmico no nordeste, em abril de 2014.

Sani Usman disse que a menina foi encontrada por tropas que estavam examinando os fugitivos da base de Boko Haram, na floresta de Sambisa, no sábado, em Pulka, área do governo local de Gwoza, no estado de Borno.

A menina, Maryam Ali Maiyanga, foi "encontrada carregando um filho de 10 meses", disse o porta-voz do exército.

No mês passado, 21 das meninas sequestradas foram libertadas pelo Boko Haram após conversações com o governo mediadas pela Cruz Vermelha Internacional e pelo governo suíço.

A primeira das escolares a ser encontrada foi achada por soldados na borda da floresta de Sambisa, uma área de floresta enorme, em maio.

(Reportagem de Alexis Akwagyiram)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos