General dos EUA promete investigação de ataque aéreo que matou civis no Afeganistão

CABUL (Reuters) - O general dos Estados Unidos no Afeganistão prometeu neste sábado uma investigação sobre a mortes de civis causadas por um ataque aéreo de forças especiais afegãs e seus equipe de apoio norte-americana próximo à cidade de Kunduz nesta semana.

Mais de 30 civis, metade deles crianças, foram mortos na quinta-feira após um ataque em uma vila de Buz Kandahari, ao lado de Kunduz, quando forças especiais enfrentaram fogo pesado de militantes do Talibã.

O general John Nicholson, comandante das forças norte-americanas no Afeganistão, disse lamentar profundamente a perda de vidas inocentes.

"Uma investigação inicial determinou que os esforços próximos a Kunduz em 3 de novembro para defender as Forças de Segurança e a Defesa Nacional afegã resultaram em mortes de civis", disse ele em comunicado.

"Iremos trabalhar com nossos parceiros afegãos para investigar e determinar os fatos e iremos trabalhar com o governo do Afeganistão para providenciar assistência."

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos