Kosovo diz que suspeitos do Estado Islâmico detidos planejavam ataques nos Balcãs

PRISTINA (Reuters) - O promotor de justiça do Kosovo disse que sete suspeitos do Estado Islâmico presos na semana passada estavam planejando ataques nos Balcãs e recebiam instruções de militantes na Síria.

A polícia antiterrorista prendeu sete homens em três cidades diferentes na sexta-feira e o grupo foi encarcerado por 30 dias enquanto aguarda investigação adicional pelo tribunal da primeira instância em Pristina.

Os sete homens tiveram contatos em países vizinhos como a Macedônia e a Albânia, e outros suspeitos do grupo ainda permanecem em liberdade, de acordo com um documento do promotor público visto pela Reuters.

O Kosovo não teve nenhum ataque militante no seu próprio território, mas pelo menos 200 pessoas foram detidas ou investigadas por supostas ofensas relacionadas com o Estado Islâmico. Cerca de 300 kosovares foram lutar com o grupo na Síria e no Iraque.

(Reportagem de Fatos Bytyci)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos