Nova Délhi adota medidas de emergência contra poluição do ar

NOVA DÉLHI (Reuters) - O governo de Nova Délhi decidiu neste domingo paralisar todos projetos de construção em andamento, fechar escolas e aconselhar moradores da capital indiana a ficar em casa como parte de um plano emergencial para lidar com os perigosos níveis de poluição do ar.

Nova Délhi está entre as cidades mais poluídas do mundo. Na última semana, uma espessa camada de poluição atmosférica envolveu a cidade, com pessoas reclamando de irritações nos olhos, gargantas e pulmões.

Uma combinação da fumaça vinda da queima de resíduos em fazendas em Estados próximos, fogos de artifício pelo festival hindu de Diwaii, poeira gerada por construções e emissões de veículos pressionaram os níveis de partículas mais perigosas presentes no ar para mais de 15 vezes o limite visto como seguro.

Centenas de pessoas, incluindo crianças, realizaram um protesto neste domingo em Nova Délhi contra a piora na qualidade do ar, exigindo medidas imediatas e efetivas das autoridades.

O ministro chefe de Nova Délhi, Arvind Kejriwal, que chamou a cidade de "uma câmara de gás", disse que todos trabalhos de construção e demolição irão ficar parados por cinco dias e que as escolas ficarão fechadas por três dias.

Ele também disse que foi banido o uso de geradores de energia a diesel nos próximos 10 dias. Enquanto isso, a administração local também irá limpar e molhar as estradas.

"Todos nós precisamos cooperar e trabalhar juntos para encontrar uma solução", disse Kejriwal. "A situação exige que nós tomemos algumas medidas urgentes".

Ele também afirmou que o governo está avaliando uma nova rodada de restrições para o uso de veículos privados.

(Por Rajesh Kumar Singh)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos