Astros de Hollywood focam em eleição presidencial dos EUA no início da temporada de prêmios

BEVERLY HILLS, Estados Unidos (Reuters) - A temporada de prêmios de Hollywood começou no domingo, e astros de primeira grandeza aproveitaram a ocasião para defender posições políticas antes da eleição presidencial dos Estados Unidos na terça-feira.

Robert De Niro exortou os espectadores da premiação Hollywood Film Awards a votarem em Hillary Clinton, dizendo que o clima político atual lembra um filme dos irmãos Marx no qual "lunáticos comandam o mundo", de acordo com os organizadores da cerimônia.

De Niro, que já chamou o candidato republicano Donald Trump de "totalmente maluco", recebeu o prêmio de melhor comédia por "The Comedian", no qual interpreta um humorista idoso.

Na premiação, que foi inaugurada em 1997 e marca o início da temporada de prêmios que culmina no Oscar, os maiores prêmios de atores e atrizes foram para filmes baseados em acontecimentos reais.

Tom Hanks foi escolhido como melhor ator por "Sully – O Herói do Rio Hudson", no qual interpreta o piloto de avião que fez um pouso de emergência no rio Hudson em 2009. Natalie Portman ficou com a honraria de melhor atriz por viver Jacqueline Kennedy em "Jackie".

Nicole Kidman venceu como melhor atriz coadjuvante pelo drama "Lion", e Hugh Grant como melhor ator coadjuvante por sua atuação em "Florence – Quem É Essa Mulher?".

Eddie Murphy recebeu uma estatueta por sua carreira.

"Isso me faz sentir velho... porque é pelo conjunto da obra, e eles analisam todas as coisas que você fez", disse Murphy no tapete vermelho.

(Reportagem da Reuters TV)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos