Facebook faz parcerias com canais de notícias para transmissões ao vivo no dia da eleição nos EUA

NOVA YORK (Reuters) - O Facebook disse nesta segunda-feira que faria uma parceria com 50 emissoras, publicações impressas e online para uma blitz de vídeos ao vivo no dia da eleição norte-americana, com a rede social buscando reforçar o impulso de seu popular serviço de transmissão de vídeos Facebook Live.

O movimento acontece com o Facebook e sites rivais como o Twitter adotando cada vez mais as transmissões de vídeos ao vivo para atrair usuários e impulsionar o tráfego.

O Facebook alertou na semana passada que o crescimento de receita iria desacelerar neste trimestre por causa da "carga de anúncios", ou o número de anúncios que o Facebook pode colocar em frente aos clientes sem aliená-los, ofuscando os fortes lucros que superaram as estimativas de Wall Street.

Cada canal parceiro do Facebook publicará um vídeo de 15 minutos ao vivo focado na eleição presidencial em um dos 50 Estados. O conteúdo será exibido no site "Election 2016", do Facebook, na terça-feira e incluirá a hastag #50states.

Embora o Facebook não vá vender anúncios nas transmissões ao vivo no dia da eleição, isso pode gerar mais visitas ao site, impulsionando sua reputação como um pólo de notícias ao vivo e um confronto com o Twitter, que os usuários frequentemente usam para "tuitar em tempo real" em grandes eventos.

(Por Amy Tennery)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos