Hillary recebe impulso em último dia de campanha com decisão favorável do FBI

Por John Whitesides

WASHINGTON (Reuters) - A candidata democrata Hillary Clinton entra nesta segunda-feira no último dia de uma acirrada corrida pela Casa Branca contra o republicano Donald Trump com uma nova força após o anúncio do FBI de que não vai haver acusações contra ela em uma investigação sobre seus emails.

Hillary e Trump irão passar o dia correndo pelos Estados-chave que podem alterar o resultado da eleição de terça-feira, que de acordo com pesquisas, será apertada, mas com vitória de Hillary.

O diretor do FBI, James Comey, gerou repercussões na corrida presidencial ao dizer ao Congresso no domingo que investigadores trabalharam "dia e noite" para completar uma revisão sobre novos emails de Hillary descobertos recentemente e não encontraram razão para alterar a decisão de julho, que mostrava que Hillary não é culpada de quaisquer atos criminais no seu uso de um servidor privado de email enquanto secretária de Estado.

É incerto se o anúncio acontece a tempo de alterar mentes ou reverter danos de dias de ataques republicanos contra Hillary devido à polêmica. Dezenas de milhões de norte-americanos já votam há dez dias, desde que Comey disse a primeira vez ao Congresso sobre os emails descobertos.

Aliados democratas de Hillary esperam que o anúncio do FBI seja suficiente para encerrar as incertezas e os ataques republicanos que afetaram a campanha pelos últimos 10 dias.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos