Presidente da Câmara quer concluir pré-sal e pautar projeto que revisa benefícios previdenciários

BRASÍLIA (Reuters) - A Câmara dos Deputados tentará concluir, nesta semana, a votação de projeto que desobriga a Petrobras de atuar como operadora única em explorações da camada do pré-sal, além de tentar votar proposta que revisa benefícios previdenciários, afirmou nesta segunda-feira o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

Segundo o presidente, a pauta definitiva será acertada em reunião do colégio de líderes, na terça-feira, mas a ideia é concluir a análise de uma emenda ao projeto que trata da exploração do pré-sal e votar ao menos um requerimento que confere urgência à medida do governo que passa um "pente fino" nos benefícios pagos pela Previdência.

"Vai ter uma reunião de líderes amanhã. A gente deve pautar a urgência (para o projeto sobre a Previdência) amanhã mesmo e a partir de quarta já está pronto para o plenário", disse Maia.

O projeto que endurece regras para a concessão de benefícios previdenciários foi enviado na sexta-feira, em substituição a uma medida provisória que tratava do mesmo tema. A MP não foi votada a tempo pela Câmara e pelo Senado e perdeu a validade.

"Vamos tentar votar logo essa matéria, ela é fundamental, ela gera uma economia no próximo ano de 8 bilhões, a gente precisa votar", afirmou o presidente da Câmara.

"Aí é uma questão também da base do governo estar presente para colaborar com a votação... quarta nós vamos tentar votar o projeto, quarta ou quinta", acrescentando que sua intenção inclui "pelo menos" concluir o pré-sal.

(Reportagem de Maria Carolina Marcello)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos