Técnico do Sevilha cobre Messi de elogios antes e depois de derrota para o Barça

(Reuters) - Um dia antes de seu time receber o Barcelona, o técnico do Sevilha, Jorge Sampaoli, brincou dizendo que a supremacia de Lionel Messi cria a necessidade de duas competições de Bola de Ouro, "uma para Messi e outra para todos os outros".

As palavras do argentino soaram verdadeiras quando seu compatriota virou de cabeça para baixo o confronto com os bem-sucedidos andaluzes, arquitetando uma vitória de virada de 2 x 1 para seu time, apesar de uma atuação empolgante do Sevilha.

O Barça parecia uma presa fácil após o gol de Vitolo aos 15 minutos, mostrando-se sufocado por uma pressão incessante só amenizada por algumas finalizações irregulares.

Vendo o intervalo se aproximar, porém, Messi conseguiu disparar à frente e combinou com Denis Suárez e Neymar para fazer o gol de empate na primeira chance clara do time no jogo.

O atacante de 29 anos tomou conta da partida no segundo tempo, criando para si mesmo duas oportunidades que não aproveitou e mais tarde contando com Luis Suárez para garantir os três pontos do Barça.

O Sevilha, apesar de toda sua confiança inicial, ficou sem reação.

"Quando um jogador como ele leva um jogo a sério, é muito difícil para seus adversários", disse Sampaoli, cujo time perdeu a invencibilidade que mantinha em casa no Campeonato Espanhol e na Liga dos Campeões.

"Messi é um jogador de nível internacional, e quando o jogo se abre, há pouco que você possa fazer para detê-lo, ou a seus companheiros de equipe, porque eles realmente te punem se vocês lhes der qualquer espaço".

        

(Por Richard Martin)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos