França adota sistema de acordo judicial anticorrupção no estilo norte-americano

PARIS (Reuters) - A França adotou uma nova legislação anticorrupção nesta terça-feira que vai pela primeira vez permitir que empresas negociem e cheguem a acordos financeiros com o Judiciário, em linha do que ocorre nos Estados Unidos e no Reino Unido.

A medida aprovada pela câmara baixa do Parlamento se dá depois de a França ter sido criticada por organizações internacionais por nunca ter conseguido condenar uma empresa francesa por corrupção no exterior.

Empresas francesas, incluindo a Alstom e a Total, já foram, no entanto, multadas em casos de corrupção nos EUA.

A França ocupa o 23° lugar no mais recente ranking de percepção de corrupção da Transparência Internacional, atrás de Alemanha, EUA e Reino Unido.

O novo sistema, que permite o acordo judicial, tem como objetivo acelerar longos procedimentos legais. A multa máxima será 30 por cento do faturamento anual da empresa.

(Reportagem de Michel Rose)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos