Governo estuda liberar cotas não usadas a alguns importadores, diz presidente da Kia Motors Brasil

SÃO PAULO (Reuters) - O governo federal está estudando liberar cotas de importação de veículos livres do acréscimo de 30 pontos do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) não utilizadas por alguns importadores para quem tenha condições de ampliar vendas no país, afirmou o empresário José Luiz Gandini, representante no Brasil da sul-coreana Kia Motors.

"Na impossibilidade de mexer no regime Inovar Auto antes do fim de 2017, o governo estuda a possibilidade de liberar cotas não utilizadas em 2015 e 2016 para empresas que precisam de volume e ainda têm canal de distribuição relevante", disse Gandini, cujo grupo é o maior importador de veículos do Brasil.

(Por Alberto Alerigi Jr.)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos