Presidente do México diz que concordou em se reunir com Trump durante período de transição

CIDADE DO MÉXICO (Reuters) - O presidente mexicano, Enrique Peña Nieto, disse nesta quarta-feira que falou com o presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, para parabenizá-lo por sua vitória e ambos concordaram em se encontrar antes que Trump assuma.

Peña Nieto também disse que discutiu uma nova agenda de trabalho com Trump que incluiria questões de segurança e que buscaria defender os direitos dos mexicanos ao redor do mundo.

Peña Nieto foi ridicularizado pela imprensa local por sediar, antes da eleição, uma reunião com Trump, que fez comentários depreciativos sobre mexicanos.

O vice-ministro do interior para migração do México disse também nesta quarta-feira que a deportação de imigrantes mexicanos ilegais nos EUA pode começar a aumentar quando Trump assumir, mas o processo não começará logo.

O México também está pronto para fazer lobby no Congresso dos EUA e usar todos os meios legais possíveis para impedir o plano de Trump de apreender remessas para que o México pague pelo muro que pretende construir na fronteira sul dos EUA, disse Humberto Roque Villanueva à Reuters em entrevista.

(Por Alexandra Alper e Gabriel Stargardter)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos