Republicanos conquistam mais governos estaduais nos EUA

Por Colleen Jenkins

WINSTON-SALEM, Estados Unidos (Reuters) - Os republicanos ampliaram a maioria de Estados norte-americanos que administram na eleição de terça-feira, quando 12 deles escolheram novos governadores, mas a disputa na Carolina do Norte ainda estava indefinida nesta quarta-feira e o resultado pode sair só na semana que vem.

O procurador-geral da Carolina do Norte, Roy Cooper, um democrata, declarou vitória depois de obter uma vantagem irrisória sobre o atual governador republicano, Pat McCrory, que vem sendo prejudicado pelo repúdio a uma lei que ele assinou restringindo os direitos de uso de banheiros para transgêneros e limitando as proteções contra a discriminação de gays e lésbicas.

No início desta quarta-feira, porém, McCrory disse a seus apoiadores que o processo de contagem de um número desconhecido de votos sob contestação pode ir até o dia 18 de novembro.

"A eleição não acabou na Carolina do Norte", afirmou McCrory.

Cerca de 5 mil votos separaram os candidatos após a contagem de todas as seções eleitorais, de acordo com resultados extraoficiais do Estado.

O Estado prorrogou o horário de votação em oito seções eleitorais do condado de Durham porque houve problemas com os registros de urnas eletrônicas no local no início da terça-feira. No final do mesmo dia o condado computou cerca de 90 mil votos antecipados, o que causou preocupação aos republicanos, já que Cooper ultrapassou McCrory na contagem.

Os republicanos conquistaram os governos do Missouri e de Vermont, onde a disputa vinha sendo considerada indefinida. Após uma corrida acirrada em New Hampshire, o republicano Chris Sununu derrotou o democrata Colin Van Ostern, e aos 42 anos se tornou o próximo governador do Estado e o mais jovem do país.

Mas o desfecho de outras votações do país não deve alterar dramaticamente a vantagem de 31 a 18 que os republicanos têm sobre os democratas nos Estados --o Alasca tem um governador independente.

O vice-governador republicano Phil Scott derrotou a democrata Sue Minter, ex-secretária estadual de transportes, apesar de Vermont ter votado majoritariamente na democrata Hillary Clinton na disputa presidencial. 

Na Virgínia Ocidental, onde o candidato presidencial republicano Donald Trump venceu com folga, o empresário bilionário e democrata Jim Justice manteve o cargo batendo o presidente republicano do Senado estadual, Bill Cole.

Os republicanos preservaram o governo de Indiana pelo quarto mandato consecutivo e também comemoraram no Kentucky, onde obtiveram a maioria na assembleia estadual, encerrando 95 anos de maioria democrata na Casa.

(Reportagem adicional de Steve Bittenbender em Louisville, Kentucky)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos