Ministro das Finanças da Alemanha alerta sobre efeito Trump no país

BERLIM (Reuters) - O ministro das Finanças da Alemanha, Wolfgang Schaeuble, e outros conservadores alertaram nesta quinta-feira que populistas apresentariam um problema para a Europa, a não ser que políticos respondam, após vitória de Donald Trump na eleição presidencial norte-americana.

A vitória de Trump abalou muitos parlamentares europeus antes das eleições do ano que vem, incluindo na França e Alemanha, onde partidos de direita devem conquistar grande quantidade de votos.

"Populismo demagógico não é só um problema nos Estados Unidos", disse Schaeuble ao jornal Bild. "Em outros lugares no Ocidente também, o debate político está em um estado de alarme."

A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, deve disputar um quarto mandato na eleição de setembro e membros do seu partido, o conservador União Democrata-Cristã, estão cerca de 10 pontos à frente dos rivais mais próximos, os sociais-democratas, que atualmente dividem o poder com ela em uma coalizão.

No entanto, a política de Merkel de portas abertas para imigrantes irritou eleitores. O partido de direita Alternativa para Alemanha (AfD), que adotou uma forte retórica anti imigração, tem conquistado eleitores de partidos maiores. Fundado há menos de quatro anos, o partido agora possui assentos em mais da metade das assembleias estaduais do país.

(Reportagem de Michael Nienaber e Madeline Chambers)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos