Liberais Democratas britânicos votarão contra acionamento do Brexit sem novo referendo

LONDRES (Reuters) - O líder do Partido Liberal Democrata do Reino Unido disse nesta sexta-feira que seus parlamentares irão votar contra o acionamento do processo formal de separação da União Europeia, o chamado Brexit, a menos que o governo prometa realizar um segundo referendo sobre o assunto.

Tim Farron, cuja legenda tem oito integrantes na Câmara dos Comuns, vem pedindo há tempos uma nova consulta a respeito dos termos de qualquer acordo com líderes da UE.

Ele disse que agora seu partido irá votar contra a invocação do Artigo 50 do Tratado de Lisboa, que dá início à desfiliação, se sua exigência for ignorada.

"Votaríamos contra o Artigo 50 se nossa 'linha vermelha' não for respeitada... que é desejarmos respeitar a vontade do povo, e isso significa que ele precisa dizer o que pensa em um referendo sobre os termos do acordo", disse ele à rádio BBC.

A primeira-ministra britânica, Theresa May, disse que irá invocar o Artigo 50 antes do final de março próximo, mas na semana passada a Alta Corte de Londres determinou que isso irá exigir a aprovação do Parlamento, uma medida que poderia atrasar ou até desmantelar os planos da premiê.

(Por James Davey)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos