Produtores de soja finalizam plantio de soja em importantes regiões de Mato Grosso

SÃO PAULO (Reuters) - O plantio de soja em Mato Grosso, que tem avançado em ritmo recorde com a ajuda de um clima favorável, está praticamente encerrado em algumas das principais regiões produtoras do Estado, informou nesta sexta-feira o Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea) em relatório semanas.

Na estatística geral de Mato Grosso, a semeadura da oleaginosa alcançou esta semana 88,4 por cento da área total projetada, avanço de 8 pontos percentuais em uma semana e adiantamento de 4,6 pontos ante o mesmo estágio do ano passado.

Na região do médio-norte, que agrupa as maiores áreas de cultivo, o plantio subiu para 98,6 por cento da área. No oeste o índice chegou a 99,6 por cento e no centro-sul 97,9 por cento, segundo o Imea.

O plantio está mais lento apenas no nordeste de Mato Grosso, onde chega a 46,7 por cento da área. Por lá, as chuvas se regularizaram mais tarde e os produtores redobraram a cautela nos trabalhos, após severos prejuízos na temporada passada em função de seca durante o período de desenvolvimento das lavouras.

O Imea vem destacando que a aceleração do plantio permitirá uma colheita acelerada e uma rápida implantação das lavouras da "safrinha" de milho.

Segundo o órgão, é possível que todo o plantio de milho seja concluído até o fim de fevereiro, quando em anos anterior os trabalhos alcançavam apenas 65 por cento da área.

Por outro lado, uma colheita de soja concentradas nos meses de janeiro e fevereiro levanta preocupações sobre a qualidade dos grãos, já que os trabalhos irão ocorrer em período que tradicionalmente é bastante chuvoso.

(Por Gustavo Bonato)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos