Ataques aéreos turcos matam 18 militantes do Estado Islâmico no norte da Síria

ANCARA (Reuters) - Forças turcas mataram 18 militantes do Estado Islâmico no norte da Síria ao longo das últimas 24 horas, disse o exército neste sábado, intensificando ataques contra o grupo.

Quatro prédios e um veículo usado por combatentes do Estado Islâmico foram destruídos nos ataques aéreos, de acordo com um comunicado do exército.

Separadamente, cinco rebeldes apoiados pela Turquia e cinco militantes do Estado Islâmico foram mortos em conflitos terrestres, disse o exército em seu comunicado. Além disso, as forças da coalizão realizaram seis ataques aéreos que mataram outros 10 militantes do Estado Islâmico.

A Turquia apoia um grupo de árabes sírios e turcomenos no norte da Síria em sua operação Escudo de Eufrates, que removeu o Estado Islâmico de sua fronteira sul.

O grupo de linha dura sunita assumiu a responsabilidade por um ataque de carro-bomba na cidade de Diyarbakir, no sudeste da Turquia, que matou 11 pessoas na semana passada.

No entanto, uma ramificação do grupo militante curdo PKK assumiu a autoria do mesmo ataque.

Tanto militantes curdos quanto membros do Estado Islâmico e grupos de extrema esquerda realizaram ataques contra civis na Turquia nos últimos anos. 

(Por Ece Toksabay)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos