Vitória de Trump eleva doações para organização pró-aborto nos EUA

NOVA YORK (Reuters) - A organização sem fins lucrativos Planned Parenthood registrou um salto nas doações e na demanda por anticoncepcionais de longa duração desde a eleição de Donald Trump como presidente dos Estados Unidos, em um momento em que adversários do aborto esperam ganhar força na busca pelo corte do financiamento público à entidade voltada para saúde feminina.

Funcionários da Planned Parenthood disseram que seus financiadores estão preocupados com o impacto da presidência de Trump no acesso a abortos e ao controle de natalidade nos EUA.

A Planned Parenthood, alvo da ira de muitos republicanos por oferecer procedimentos abortivos, está se preparando para uma das batalhas mais duras em sua história de 100 anos.

Ela possui cerca de 650 centros de saúde em todo o país e depende de financiamento público para cerca de metade de sua receita, grande parte vinda do programa de seguro-saúde para pessoas de baixa renda Medicaid.

Com a vitória de Trump na eleição de terça-feira e a manutenção do controle do Congresso norte-americano pelos republicanos, pode ser mais fácil para o legislativo cortar o financiamento da Planned Parenthood e desmontar a Lei de Proteção e Cuidado ao Paciente do presidente Barack Obama, conhecida como Obamacare, que obriga a cobertura de anticoncepcionais por planos de saúde.

"Houve tentativas nos últimos dois anos de tirar seu financiamento, e faremos tudo que pudermos para tirá-lo", disse Carol Tobias, presidente do Comitê do Direito Nacional à Vida, que se opõe ao aborto. "Estou muito otimista."

Desde a eleição, a Planned Parenthood disse ter recebido quase 80 mil novas doações no país, embora não tenha revelado o valor em dinheiro.

A Planned Parenthood de Illinois disse que a marcação online de consultas para anticoncepcionais de longa duração como dispositivos intrauterinos cresceram quase 50 por cento nos últimos dois dias ante o mesmo período da semana passada. A organização disse que pretende aumentar o número de consultas disponíveis para atender a demanda.

As doações online para a filial do Texas triplicaram na quarta-feira em comparação com a semana anterior, enquanto 125 pessoas contataram o grupo para oferecer ajuda como voluntários, disse Sarah Wheat, porta-voz para a Planned Parenthood do Texas.

(Por Jilian Mincer e David Ingram)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos