Ex-comandante da força aérea vence eleição presidencial na Bulgária, diz pesquisa

SOFIA (Reuters) - O búlgaro Rumen Radev, aliado dos socialistas, com boa relação com a Rússia e novato na política, venceu a eleição presidencial deste domingo com larga vantagem, segundo pesquisas de boca de urna, pavimentando o caminho para meses de instabilidade política no pequeno país do Mar Negro.

Ex-comandante de força aérea, Radev fez campanha com uma retórica forte contra imigração e o argumento de que era melhor para o país encontrar um equilíbrio entre as exigências para ser membro da União Europeia e melhores laços com a Rússia.

Radev, 53, apoiado pelo partido de oposição socialista, levou entre 58,1 e 58,5 por cento dos votos, contra 35,3-35,7 por cento para Tsetska Tsacheva, do partido situacionista de centro-direita GERB, segundo as pesquisas.

A força mostrada pelo general pode prejudicar o governo do primeiro-ministro Boiko Borisov, que sinalizou que poderia renunciar se Radev vencesse a eleição.

Se ele não fizer isso, grupos de oposição poderiam pedir um voto parlamentar de confiança em relação ao seu gabinete.

(Por Tsvetelia Tsolova e Angel Krasimirov)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos