Rio Tinto mostra algum otimismo com mercado de cobre no curto prazo

KOBE, Japão (Reuters) - A Rio Tinto está cautelosamente otimista sobre o atual mercado de cobre que disparou nas últimas semanas, disse um executivo sênior da segunda maior mineradora do mundo nesta segunda-feira.

Entretanto, a Rio Tinto possui uma perspectiva mais forte para os mercados de cobre no médio e longo prazos, disse ele.

Os preços do cobre subiram mais de 20 por cento neste mês, liderados por indicadores econômicos mais fortes na China, maior consumidora do mundo, e expectativas de que a eleição de Donald Trump como presidente dos Estados Unidos iria impulsionar os mercados de metais por meio de maiores gastos em infraestrutura.

O cobre de três meses na Bolsa de Metais de Londres atingiu brevemente 6.025,50 dólares por tonelada na sexta-feira, seu maior nível desde junho de 2015, embora tenha limitado parte dos ganhos nesta segunda-feira.

"Os preços do cobre subiram devido a uma combinação de coisas diferentes", disse à Reuters Arnaud Soirat, executivo da Rio Tinto para cobre e diamantes, paralelamente à conferência da indústria "Copper 2016" que está sendo realizada em Kobe, no Japão.

"As pessoas acharam que a demanda estava maior do que haviam antecipado, com a economia chinesa mostrando alguns bons sinais de demanda saudável", disse ele, acrescentando que as expectativas pelo efeito positivo da eleição presidencial nos EUA também dão suporte.

(Por Yuka Obayashi)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos