BOLSA EUA-Wall Street sobe com força de ações de tecnologia e energia

(Reuters) - Os principais índices acionários dos Estados Unidos subiram nesta terça-feira, com o Dow Jones registrando o quarto fechamento consecutivo com alta para nível recorde, conforme ações de tecnologia recuperaram-se de quedas pós-eleições norte-americanas e com ações de energia impulsionadas por uma forte alta dos preços do petróleo.

O índice Dow Jones ampliou seu rali para uma sequência de sete dias de alta, depois de passar a subir no final da sessão, enquanto os futuros do petróleo continuavam em alta e os investidores continuavam apostando em ações de tecnologia.

O setor de tecnologia foi o principal ganhador no índice S&P, com alta de 1,3 por cento, que recuperou parcialmente a queda de 3 por cento desde a surpreendente vitória de Donald Trump nas eleições presidenciais dos EUA em 8 de novembro.

Investidores deixaram de lado temores de que o setor possa ser impactado pelas políticas de Trump para a imigração e o comércio exterior.

As ações do setor de energia ficaram em segundo lugar entre as que mais influenciaram o mercado, com uma alta de 2,7 por cento, após os contratos futuros do petróleo nos EUA subirem cerca de 6 por cento, saindo de mínimas em diversos meses em meio a expectativas de que a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) fechará um acordo no final do mês para reduzir a produção.

O índice Dow Jones subiu 54,37 pontos, ou 0,29 por cento, enquanto o índice S&P 500 teve ganhos de 16,19 pontos, ou 0,75 por cento. O índice Nasdaq Composite ganhou 57,23 pontos, ou 1,1 por cento.

As gigantes da tecnologia Microsoft, Amazon e Alphabet deram o maior impulso à Nasdaq, e junto com a Apple também estiveram entre os papéis que guiaram os ganhos do índice S&P 500.

A petroleira Exxon Mobil teve alta de 1,8 por cento, também contribuindo para os ganhos do índice S&P.

Os investidores em ações estão apostando que Donald Trump irá dar vida a suas promessas de campanha de elevar os gastos públicos, reduzir impostos e aliviar regulamentações.

"As pessoas veem isso como positivo para a economia e positivo para o mercado. Isso continua a guiar o mercado. As compras já não são tão violentas como já foram, mas ainda estão indo bem", disse o chefe de investimentos da Wedbush Equity Management LLC em São Francisco, Stephen Massocca.

Os setores que pagam elevados dividendos, como serviços públicos e telecomunicações também subiram após uma queda acentuada nos últimos dias.

(Por Sinead Carew)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos