Candidatura de Los Angeles para Olimpíada 2024 minimiza preocupações após vitória de Trump

DOHA (Reuters) - Os líderes da candidatura olímpica de Los Angeles 2024 tentaram dissipar nesta terça-feira as preocupações dentro do movimento olímpico após a vitória de Donald Trump nas eleições presidenciais dos EUA, dizendo que a candidatura continuaria a "celebrar nossa diversidade".

Los Angeles, em candidatura para sediar os jogos de verão pela terceira vez após 1932 e 1984, era vista em primeiro lugar na corrida contra Paris e Budapeste até a eleição de Trump este mês.

O prefeito de Los Angeles Eric Garcetti, democrata, havia alertado que a vitória do republicano Trump não ajudaria na candidatura, dada a composição dos 98 membros votantes do Comitê Olímpico Internacional (COI).

Trump gerou controvérsias na corrida à eleição presidencial com propostas incluindo um pedido de banimento à entrada de muçulmanos nos Estados Unidos e a construção de um muro na fronteira entre Estados Unidos e México.

"Nós acabamos de terminar nossa eleição presidencial e alguns de vocês podem questionar nosso comprometimento em relação a nossos princípios fundadores", disse Allyson Felix, responsável pela candidatura de Los Angeles e seis vezes campeão olímpico, em reunião de comitês olímpicos nacionais em Doha.

"Eu tenho uma mensagem para vocês. Por favor não duvidem de nós. A diversidade americana é nossa maior força."

A audiência também incluía o presidente do COI Thomas Bach, bem como presidentes de federações esportivas internacionais e membros do COI.

O COI irá escolher a candidatura vencedora em setembro de 2017.

(Por Karolos Grohmann)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos