Custo para arena de ginástica dos Jogos Tóquio 2020 mais que dobra

(Reuters) - O custo de construção de uma arena temporária de ginástica para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2020, em Tóquio, mais que dobrou após a Shimzu Corp ganhar o contrato de 190 milhões de dólares, de acordo com uma reportagem.

O local de competição, que irá acomodar 12 mil espectadores, tem construção esperada para terminar até outubro de 2019, relatou a agência de notícias Kyodo.

O custo era inicialmente estimado em 81,61 milhões de dólares, como indicado no documento de candidatura apresentado ao Comitê Olímpico Internacional (COI) em 2013.

Os organizadores citaram razões como o aumento do preço de construções e melhorias no sistema de resistência a terremotos para o aumento de custos. O local será usado, após os Jogos, como hall de exibição até 2030.

Eles acrescentaram que o preço inicial refletia somente o custo de construção, enquanto a candidatura da Shimzu também inclui o custo do design.

O comitê organizador da Olimpíada e Paralimpíada de Tóquio e o governo metropolitano de Tóquio irão se encontrar posteriormente para dialogar sobre compartilhamento de custos.

(Reportagem de Debanjan Bose)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos