Força Nacional irá ao Rio para evitar tumultos em discussão de pacote de austeridade

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Força Nacional de Segurança chegará nesta quarta-feira ao Rio de Janeiro para evitar novos tumultos em meio à discussão pela Assembleia Legislativa do Estado de um pacote de austeridade enviado pelo governador Luiz Fernando Pezão (PMDB), que pediu o envio da tropa federal ao Ministério da Justiça.

O tamanho do efetivo que chega ao Rio nesta quarta não foi informado, mas em princípio a Força Nacional fica no Estado por 15 dias. No entanto, como a votação dos projetos de lei do pacote de austeridade deve ocorrer só em dezembro, há possibilidade de a presença ser estendida.

“O governador do Estado do Rio de Janeiro, Luiz Fernando de Souza, solicitou ao Ministério da Justiça e Cidadania o apoio da Força Nacional naquele Estado, com o objetivo de apoiar na preservação da ordem pública, por ocasião das medidas de ajustes propostas pelo Poder Executivo estadual, e que já ocasionou graves transtornos à segurança pública do Estado”, informou o Ministério da Justiça em comunicado.

Na semana passada, manifestantes contrários ao pacote de austeridade invadiram o Palácio Tiradentes, sede da Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro, e depredaram portas, janelas, bebedouros e a sala da vice-presidência.

Os manifestantes, a maioria ligada à área de segurança --policiais, bombeiros, agentes penitenciários entre outros--, invadiram o plenário da Casa e usaram a bancada da presidência como palanque.

Novos protestos estão marcados para esta quarta nas imediações da Assembleia, que está cercada por chapas de aço, grades e arame farpado.

(Reportagem de Rodrigo Viga Gaier)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos