Liberty Media quer aumentar número de corridas da Fórmula 1

BARCELONA (Reuters) - A Liberty Media quer ampliar o número de corridas da Fórmula 1, para lucrar com o apelo glamuroso de seu ativo recém adquirido, disse o presidente-executivo Greg Maffei nesta quarta-feira.

A Fórmula 1 atingiu o recorde de 21 corridas nesta temporada e as equipes estão relutantes em ir além disso, mas Maffei disse a investidores na conferência de Telecomunicações, Mídia e Tecnologia do Morgan Stanley que havia espaço para mais.

"Há um interesse geral de aumentar o número de corridas até um ponto. A FIA (Federação Internacional de Automobilismo) ganha mais, as equipes ganham mais, nós ganhamos mais", disse ele.

A Fórmula 1 está enfrentando uma grande remodelação após a Liberty Media ter concordado em assumir o controle do esporte. A empresa comprou uma fatia inicial de 18,7 por cento da controladora CVC Capital Partners e planeja completar o acordo entre dinheiro e ações até o primeiro trimestre de 2017.

Bernie Ecclestone, chefe comercial da Fórmula 1, que segue no cargo após a aquisição, recentemente jogou água fria nas perspectivas imediatas de acrescentar corridas nos EUA.

O britânico de 86 anos tem conversado com futuros promotres de uma corrida em Las Vegas há meses, sem qualquer progresso. O futuro do grande prêmio do Brasil, hoje o único na América do Sul, também é incerto devido à crise econômica do país.

(Por Harro Ten Wolde; reportagem adicional por Alan Baldwin)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos