Presidente da Câmara diz que manifestantes que invadiram plenário serão presos

(Reuters) - O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou que todos os manifestantes que invadiram o plenário da Casa nesta quarta-feira serão presos e levados para uma delegacia pela polícia da Câmara e a Polícia Federal.

"Não vamos aceitar esse tipo de abuso, de agressão, ao Parlamento brasileiro. Não há negociação, não haverá negociação, há que se cumprir a lei. A polícia legislativa vai prender todos", afirmou Maia a repórteres.

O plenário da Câmara foi invadido por manifestantes nesta quarta à tarde no momento em que deputados discursavam enquanto aguardavam quórum para o início de uma sessão extraordinária, forçando a suspensão dos trabalhos.

Não havia uma indicação clara sobre o motivo do protesto, segundo a Agência Câmara Notícias, uma vez que os manifestantes não portavam faixas. Contudo, reportagens da mídia local afirmaram que os manifestantes defendiam uma intervenção militar, entre outros pontos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos