Quase 500 imigrantes chegam à Itália após naufrágio perto da Líbia

CATÂNIA, Itália (Reuters) - Quase 500 imigrantes chegaram ao porto italiano de Catânia nesta quarta-feira depois de serem resgatados no início desta semana perto da costa da Líbia, e o fluxo de refugiados rumando à Europa não dá sinais de estar diminuindo.

Centenas de imigrantes, a maioria homens da África subsaariana, se espremiam debaixo de cobertores no tombadilho da Diciotti, embarcação da Guarda Costeira da Itália, no começo do desembarque feito sob uma chuva torrencial.

Um segundo navio, o Aquarius, operado pela organização não-governamental SOS Méditerranée, deve chegar a um porto italiano nos próximos dois dias levando cerca de 120 imigrantes e os corpos de nove pessoas que morreram se arriscando na perigosa travessia do mar Mediterrâneo.

Mathilde Auvillain, porta-voz do SOS Méditerranée a bordo do Aquarius, disse que entre os imigrantes há um grupo de 23 pessoas que foram retiradas do mar por um petroleiro na terça-feira depois que seu bote de borracha começou a afundar.

Quatro corpos foram recuperados no local, mas se acredita que muitas pessoas mais se afogaram, já que os sobreviventes disseram que 122 pessoas estavam no barco quando ele partiu da Líbia.

Cerca de 167 mil imigrantes chegaram à Itália por mar até agora neste ano, ultrapassando o total de 2015, que ficou em 154 mil. O saldo de mortes no Mediterrâneo aumentou neste ano e chegou a 4.270 – em 2015 foram 3.777, segundo a Organização Internacional para as Migrações (OIM).

(Por Crispian Balmer)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos