Coreia do Norte diz que pode retomar relações com EUA de Trump se tropas forem retiradas

Por Stephanie Nebehay

GENEBRA (Reuters) - Se um governo Donald Trump nos Estados Unidos retirar tropas e equipamentos da Coreia do Sul e assegurar um tratado de paz terminando com a guerra na península, tais fatos poderiam levar à normalização das relações com a Coreia do Norte, disse um representante de Pyongyang à Reuters nesta quinta-feira.

Contudo, por enquanto, a Coreia do Norte vai buscar a sua chamada política de “desenvolvimento simultâneo” tanto do seu programa nuclear quanto da sua economia, disse em Genebra So Se Pyong, embaixador norte-coreano na Organização das Nações Unidas. “Isso vai continuar.”

So fez os comentários numa entrevista na missão diplomática da Coreia do Norte em Genebra, quando autoridades norte-coreanas iniciam “discussões informais e não oficiais” com acadêmicos e ex-autoridades norte-americanos na cidade suíça.

"A delegação está aqui agora, mas, como você sabe, é uma ‘Track 2’”, declarou ele, se referindo a mais recente das reuniões informais que ocorrem neste ano. Os dois países não mantém negociações oficiais desde que Kim Jong Um assumiu o poder em 2011.

Choe Son Hui, o negociador norte-coreano no diálogo paralisado sobre o programa nuclear, comanda a equipe de quatro pessoas, disse ele.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos