Ex-governador do RJ Sérgio Cabral é preso pela PF em desdobramento da Lava Jato

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral (PMDB) foi preso pela Polícia Federal nesta quinta-feira em seu apartamento na capital fluminense por suspeita de envolvimento em um esquema que teria desviado pelo menos 220 milhões de reais de recursos públicos federais em obras realizadas pelo governo do Estado, segundo informações da mídia e da PF.

A PF disse em nota que o esquema investigado pela chamada operação Calicute, um desdobramento da operação Lava Jato, identificou "fortes indícios de cartelização de grandes obras executadas com recursos federais mediante o pagamento de propinas a agentes estatais, incluindo um ex-governador do Estado do Rio de Janeiro".

Imagens ao vivo de televisão mostraram nesta manhã um comboio da Polícia Federal deixando o prédio onde fica o apartamento do ex-governador no bairro do Leblon em direção ao prédio da Superintendência da PF na cidade.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos